Skip to content

Cirurgia Crosslinking 2020: O que é, valor e como conseguir pelo SUS!

Você precisa fazer uma cirurgia crosslinking e quer saber mais informações sobre a técnica para tratar o ceratocone? Quer saber se é possível faze-la pelo SUS?

Então você está no lugar certo! Neste artigo, colocaremos tudo que você precisa saber sobre o crosslinking corneano. Vamos lá? 🤓

O que é a Cirurgia Crosslinking?

O ceratocone é uma doença que afeta a estrutura da córnea, fazendo com que ela se projete para frente, e que, se não tratada, pode levar ao comprometimento da visão.

Cirurgia crosslinking pelo SUS

Assim, uma forma que tratar o progresso da doença é através do crosslinking corneano, que é um procedimento simples e pouco invasivo que foca no fortalecimento do colágeno corneano, afim de impedir o remodelamento responsável pelo progresso do ceratocone e com isso retardar o transplante de córnea.

Como é feita a cirurgia de crosslinking?

A primeira etapa desse rápido procedimento é a retirada da camada mais superficial da córnea, o epitélio, para que haja a penetração da riboflavina dentro da córnea.

Após, o colírio de riboflavina é pingado por 30 minutos, até que a córnea fique impregnada dessa substância.

Por fim, é realizado a exposição da córnea à radiação ultravioleta por um período variável, sendo entre 5 a 30 minutos, dependendo da intensidade da luz usada.

Assim, a riboflavina ou vitamina B12 que tem afinidade pela luz ultravioleta fazem com que haja mais absorção no estroma da córnea da luz, permitindo um fortalecimento das fibras de colágeno da córnea.

O procedimento é simples e pouco invasivo, dura cerca de 1 hora e a anestesia para essa cirurgia é bem simples, feita por meio de colírios e durante o procedimento, a pessoa não sente dor.

Existem outros tratamentos?

Sim. Outra técnica para o tratamento do Ceracotone é o implante do anel intraestromal, sendo que a cirurgia é uma alternativa para que se evite a evolução para o transplante de córnea.

Pós-Operatório e Recuperação

No período pós-operatório após a cirurgia, o paciente fica por cerca de 3 a 5 dias com uma lente de contato gelatinosa para proteção e cicatrização da córnea, que é retirado no consultório após esse período.

Pode haver um desconforto leve nos dois primeiros dias, que pode ser tratado através do uso de comprimidos e colírios prescritos pelo médico especialista após a cirurgia.

É recomendado que o paciente use óculos escuros para se proteger da luz que costuma incomodar nesses primeiros dias.

Nas primeiras semanas, período em que a córnea ainda está cicatrizando, há também um embaçamento visual, mas em cerca de 30 dias após o procedimento, a visão já fica praticamente igual que antes.

Qual o valor da cirurgia?

quanto custa fazer uma cirurgia crosslinkingEsse procedimento pode ter um valor alto, principalmente considerando que pode precisar de implantes e o dispositivo, podendo ser no valor total acima de R$ 10 mil reais.

Porém, é válido ressaltar que existe a possibilidade de fazer esse tratamento de forma gratuita, pelo SUS.

Quem tem direito a fazer essa cirurgia pelo SUS?

As indicações para essa cirurgia são pessoas que tem a doença do ceracotone e pessoas com Ectasia Pós-Lasik, ou seja, pessoas que alteração da córnea introduzida pelo Lasik.

Como solicitar cirurgia de crosslinking pelo SUS?

Primeiro, deve-se verificar se na sua região existe a possibilidade de fazer essa cirurgia pelo Sistema Único de Saúde  – SUS.

Alguns dos municipios que ofecerem o procedimento pelo SUS:

  • Belo Horizonte (MG)
  • Uberlândia (MG)
  • Campinas  (SP)
  • Santo André (SP)
  • Curitiba (PR)
  • Porto Alegre (RS)
  • entre outros.

Assim, o paciente deve passar por um médico especialista do SUS, que avaliará o caso e verificará o grau da doença. Para isso procure um Posto de Saúde com seu Cartão do SUS e marque a sua consulta.Cross-linking corneal

Depois, o médico irá verificar qual a disponibilidade para o tratamento na região e fazer o encaminhamento para essa cirurgia.

Prontinho! Agora você já sabe o que é a Cirurgia Crosslinking e como fazer ela pelo SUS.

Gostou de nosso artigo? Tem dúvidas, críticas ou sugestões? Deixe seu comentário no formulário abaixo, entraremos em contato o mais rápido possível.

O artigo foi de ajuda? Avalie 5⭐️:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Compartilhe nas redes sociais!