Skip to content

Como conseguir cirurgia de hérnia umbilical pelo SUS: É possível?

Você sabe como é feita uma cirurgia de hérnia umbilical? Será que o SUS cobre esse tipo cirurgia gratuitamente? Essa é uma dúvida mais comum do que você pode imaginar! Confira a seguir todos os detalhes sobre como conseguir uma cirurgia de hérnia umbilical pelo SUS! Vamos lá? 🤓

O Sistema Único de Saúde e um dos maiores e mais complexos de todo o mundo. Isso é dito, pois, o SUS realiza desde simples atendimentos, como aferir a pressão, até procedimentos grandiosos como o transplantes de órgãos, por exemplo.

eu consigo fazer cirurgia de hérnia umbilical pelo SUS
💉 O SUS dá direito a atendimento médico gratuito a todo cidadão.

Todos os brasileiros possuem o direito de ter atenção integral a sua saúde, de maneira gratuita, recebendo atenção desde a gestação, passando por toda a vida, recebendo serviços de prevenção e promoção a saúde.

A Constituição Federal é bem clara ao dizer que a saúde é um direito de todos, além de ser um dever do Estado. Vale lembrar que antigamente o sistema público de saúde prestava serviços apenas a trabalhadores que possuíssem vínculo com à Previdência Social, o que já não ocorre mais há alguns anos.

No entanto, nem todos os procedimentos cirúrgicos ainda estão na lista de serviços ofertados pelo SUS. Sendo assim, se você deseja saber se o Sistema Único de Saúde cobre a cirurgia de hérnia umbilical, continue acompanhando a leitura a seguir! Veja!

O que é uma hérnia umbilical?

Antes de mais nada vamos entender o que são exatamente as hérnias umbilicais e por quais razões elas aparecem.

A hérnia umbilical também chamada de hérnia no umbigo está relacionada principalmente as primeiras semanas de vida de um ser humano. Ela pode se desenvolver quando não ocorre a formação correta de uma cicatriz que se dá após a queda do cordão umbilical no bebê.

O que é uma hérnia umbilical?

Ela se dá a uma saliência que aparece na região próxima ao umbigo, podendo ser formada tanto por gordura, ou até mesmo por uma parte do intestino, que acaba conseguindo atravessar o músculo da parede abdominal.

Vale ressaltar que isso é mais comum em crianças pequenas, entretanto, também pode ocorrer em adultos. Partindo desse ponto, é normal que essa hérnia suma até o segundo ano de vida da pessoa. Entretanto, em alguns casos podem ocorrer a abertura dessa parede, que acaba ficando assim pelo resto da vida, precisando, portanto, de uma intervenção cirúrgica.

A hérnia umbilical pode surgir também na gravidez, sendo mais comum em mulheres que tiveram esse tipo de hérnia quando criança. Dessa forma, assim que começa a ocorrer o aumento da pressão dentro da barriga da gestante, esse processo acaba fazendo com que ocorra uma abertura no músculo do abdômen.

Também dependendo de alguns hábitos de vida, como, por exemplo, esforço intenso, essa pessoa pode acabar ainda sofrendo um abaulamento no interior do abdômen, o que pode refletir em algumas dores. Sendo assim, se entende que recorrer a uma cirurgia seja a melhor solução.

Sintomas de uma hérnia no umbigo

Os sintomas podem ser diferentes dependendo da situação em que ocorre a hérnia umbilical em cada pessoa. Assim, nos bebês, por exemplo, a hérnia pode surgir logo após a queda do coto umbilical, na sequência do nascimento. Normalmente, as crianças não apresentam nenhum tipo de desconforto ou dor.

Sintomas de uma hérnia no umbigo

É comum que a hérnia volte ao normal até os 5 anos anos, sem necessitar de nenhum tipo de tratamento. No entanto, mesmo assim é fundamental que os pais levem o bebê até o pediatra para avaliar e acompanhar todo o processo.

Mesmo sem sintomas aparentes de dor, o médico precisa avaliar a gravidade do problema. Normalmente, os pediatras utilizam de esparadrapos para pressionar o umbigo de volta para dentro da cavidade abdominal. Vale lembra ainda que é possível que a hérnia não volte ao lugar sozinha até os 5 anos. Nesse caso, é provável que o pediatra recomende a intervenção cirúrgica.

Já a hérnia umbilical ocorrida durante a gravidez, não apresenta perigos para o bebê e nem para a mãe. Além disso, também não dificuldade em nada o trabalho de parto. A depender do tamanho da hérnia umbilical, o médico pode vir a indicar a utilização de um cinta durante a gravidez. Além é claro de avaliar a possibilidade de interferência cirúrgica logo após o parto.

Para quem é indicado a cirurgia de hérnia umbilical?

A cirurgia de hérnia umbilical é indicada principalmente para crianças, a partir dos 5 anos de idade. Entretanto, se você é adulto e possui abaulamento da cicatriz umbilical ou dor nessa região, saiba que essa cirurgia também pode ser a melhor opção para você.

Além disso, você também poderá recorrer a essa cirurgia por motivos estéticos. Em contrapartida, aqueles que possuem defeitos quase insignificativos e são assintomáticos, podem resolver o seu problema apenas com acompanhamento de um profissional especializado.

Qual o valor da cirurgia de hérnia umbilical em 2023?

quanto custa fazer uma cirurgia de uma hernia umbilical

Antes de falar sobre o valor da cirurgia de hérnia umbilical é preciso lembrar que o preço não diz respeito apenas a equipe cirúrgica, como o cirurgião, anestesista e todos os outros profissional envolvidos nessa intervenção cirúrgica. Ao cotar o preço de uma cirurgia como essa, saiba que também estarão incluídos valores referentes ao material utilizado e também ao hospital em que o procedimento será realizado.

Sendo assim, bater o martelo e definir um valor específico é difícil, pois, pode variar de hospital para hospital. Além do mais, antes de um orçamento é necessário que o médico faça uma avaliação, para saber qual será o seu prognóstico cirúrgico.

Entretanto, de maneira geral é possível dizer que uma cirurgia como essa pode variar entre R$3700,00 até R$8500,00.

Como é feita a cirurgia de hérnia umbilical?

Ao contrário do que muitos pensam, a cirurgia de hérnia umbilical também conhecida como herniorrafia se trata de um processo cirúrgico simples. O objetivo dos médicos é corrigir o efeito causado pela hérnia na parede abdominal. Em algumas cirurgias de hérnia umbilical, pode chegar a ser colocada uma tela de sustentação no músculo, sendo essa cirurgia conhecida como hernioplastia.

Existem três principais formas para realizar esse procedimento. A primeira é através de uma cirurgia via aberta, a segunda é de forma minimamente invasiva e a terceira chamada de videolaparoscopia.

é verdade que O SUS realiza a cirurgia de hérnia umbilical

Se você optar pela cirurgia aberta, o procedimento consiste em uma incisão que é feita dentro da cicatriz existente, o que segundo especialistas, proporciona um resultado muito satisfatório, principalmente na parte estética.

Já optando pela via minimamente invasiva, esse processo é feito especialmente em hérnias grandes, principalmente em paciente com sobrepeso. Isso ocorre, pois, em casos como esse não é possível realizar a correção através de uma incisão pequena.

Outro procedimento muito conhecido ao se tratar de hérnia umbilical é a chamada videolaparoscopia. Essa cirurgia consiste em realizar três pequenas incisões no abdômen, para que assim seja possível realizar a entrada de uma microcâmera, e dos demais instrumentos que serão necessários para fazer a correção do problema.

Quais cuidados deve ter no pós-operatório?

Por se tratar de um procedimento relativamente simples, o paciente costuma receber alta no mesmo dia em que a cirurgia é realizada, ou mais tardar, no dia seguinte. Os médicos recomendam que se mantenha repouso por um período de 2 a 3 dias.

Passando esse tempo, atividades que possuam um pequeno esforço, como coisas de sua rotina diária, estão liberadas. Entretanto, atividades como exercícios físicos ou qualquer coisa que demande mais esforço, costumam ser liberadas de 2 a 3 semanas após o procedimento cirúrgico.

É comum que dias após a cirurgia, algumas pessoas se queixem de desconforto na região da operação. No entanto, isso não requer uma grande preocupação, pois, pode ser resolvido com o uso de alguns analgésicos. Por outro lado, inchaços ou hematomas na região não são muito comuns, por isso, se observar qualquer coisa do tipo é importante que comunique seu médico.

O SUS realiza a cirurgia de hérnia umbilical?

Como conseguir cirurgia de hérnia umbilical pelo SUS: É possível?
Como fazer herniorrafia gratuita pelo SUS

A resposta é sim. O Sistema Único de Saúde brasileiro já fez mais de um milhão de cirurgias de reparo na parede abdominal. Dados come esse podem ser encontrados no DataSus. De 2015 a 2019 houve um aumento de 14,9% nos procedimentos realizados nessa região.

De acordo com Christiano Claus, presidente da Sociedade Brasileira de Hérnia (SBH), no momento não há como mensurar quantas pessoas estão aguardando na fila do SUS para realizar essa cirurgia. Por outro lado, ele faz um comunicado importante ao dizer que a cirurgia é a única forma de realizar o tratamento adequado para esse incômodo.

Algumas regiões organizam ainda mutirões para a realização de procedimentos como esse, como foi o caso do Tocantins, por exemplo. Em Junho de 2022, o estado organizou cerca de 100 cirurgias de hérnia através do SUS. A ação foi uma parceria entre o Governo do Tocantins e a Sociedade Brasileira de Hérnia e Parede Abdominal. Sendo assim, é preciso que você fique atento quanto as notícias do seu estado ou cidade. Acompanhe sempre os portais de saúde da sua região. Lembre-se ainda, de manter em dia o seu cartão do SUS!

Quem tem direito e como fazer a cirurgia de hérnia umbilical pelo SUS

Para marcar qualquer tipo de cirurgia pelo SUS, antes é necessário passar por uma avaliação médica no postinho de saúde, afinal, o clinico geral é o profissional que irá analisar o seu estado de saúde e definir se você realmente precisa de uma intervenção cirúrgica ou não. Somente ele irá avaliar se você tem direito a cirurgia ou não.

  1. Antes de mais nada você tem que ter a sua carteirinha do SUS.
  2. Sendo assim, com o seu cartão do SUS procure o órgão responsável pelas consultas em sua região, como a Unidade Básica de Saúde mais próxima a sua residência. Lá eles irão te orientar da melhor forma. Podendo ser necessário a realização de exames de imagem para complementar o diagnóstico.
  3. Após a consulta com o clinico geral, caso ele chegue a conclusão de que realmente precisa realizar a cirurgia, o paciente será encaminhado para a realização dos procedimentos pré-operatórios.Essa fase é fundamental para seu processo e não deve ser negligenciada, afinal, é nesse período que o médico conseguirá avaliar de fato suas necessidades, riscos e até mesmo as chances de complicações durante o processo.
  4. Após esse período, o paciente entra para a fila de espera. O processo ao todo se pode dizer que é simples, entretanto, requer um pouco de paciência, afinal, essa fila pode demorar um pouco para andar, devido o grande número de pessoas aguardando.

Mas… e a fila de espera?

mas e a fila de espera da cirurgia de hérnia umbilical pelo sus

Para se ter uma ideia, alguns dados contam que antes da pandemia, apenas no Estado de São Paulo, cerca de 1,3 milhões de pessoas aguardavam por uma cirurgia, exame ou até mesmo consulta. Sendo assim, normalmente uma cirurgia de hérnia pelo sus demora.

No entanto, vale lembrar que você não pode desistir. Se isso te fato tem te incomodado, faça todos os procedimentos explicados acima e aguarde sua vez na fila. Pode ter certeza que no fim, ao fazer a sua cirurgia, você certamente não se arrependerá te ter esperado.

Gostou de nosso artigo sobre a cirurgia de hérnia umbilical pelo SUS? Tem dúvidas, críticas ou sugestões? Deixe um comentário no formulário abaixo e entraremos em contato o mais rápido possível!

Compartilhe nas redes sociais!

Voltar ao topo