Skip to content

Vacina HPV SUS: O que é, quem tem direito e onde tomar?

Quer saber tudo sobre HPV, o que é, se existe vacina contra o vírus, quem tem direito a vacinação, como solicitar pelo SUS, entre outras informações?

Então leia atentamente este artigo até o final, pois nele passaremos informações valiosíssimas para você!

O que é HPV?

A sigla HPV em inglês significa papilomavírus humano, e ele é um vírus que pode provocar aparecimento de lesões na pele e nas mucosas as chamadas verrugas anogenitais, algumas visíveis e outras não.

HPV
Vírus do Papiloma Humano

Há mais de 150 tipos de HPV, e a maioria deles são inofensivos, por volta de 40 tipos podem infectar o trato ano-genital principalmente por transmissão sexual, e por volta de outros 12 tipos são identificados como de alto risco (16, 18, 31, 33, 35, 39, 45, 51, 52, 56, 58 e 59). Principalmente os tipos 16 e 18 principais causantes do câncer do colo do útero.

O vírus do papiloma humano é um vírus altamente contagioso até mais que o HIV, pode chegar a provocar câncer do colo do útero, pênis, garganta, vulva e vagina ou causar verrugas genitais. Mas na maioria das vezes não produz nenhuma patologia e o vírus é eliminado espontaneamente pelo organismo.

🤓 Você sabia que estima-se que cerca de 50 a 70% das pessoas com atividade sexual irão, em algum momento de sua vida, infectar-se pelo HPV (papilomavírus humano)?

Quais são os tipos de HPV que podem causar câncer?

O HPV é o principal responsavel pelo câncer do colo do útero, no Brasil, é o 2º tipo de câncer mais comum e é a 4ª causa de morte entre as mulheres.

Dos 150 tipos diferentes de HPV, 12 deles potencial oncogênico, mas os HPVs de tipo 16 e 18 são considerados de alto risco oncogênico e causam a maioria dos casos de câncer do colo do útero.

🦋 MULHERADA! Realizem seus exames ginecológicos regularmente. Previnam a doença com a vacinação! Cuidem a sua saúde intima!

Quais são os sintomas?

O HPV (papilomavírus humano) não apresenta sintomas na maioria das pessoas e muitas vezes pode ficar latente de meses a anos, sem manifestar nehum tipo de sinal.

No homem, costumam aparecer verrugas genitais ou infecções na cabeça do pênis (glande) e na região do ânus.

Já na mulher, normalmente as lesões ou verrugas costumam aparecer na vagina, vulva, região do ânus e colo do útero.

As lesões em ambos sexos também podem aparecer na boca e na garganta.

Como o HPV é transmitido?

A transmissão do HPV se dá pelo contato direto com a pele ou a mucosa infectada.

Uma das principais formas é através de contato sexual, que inclui contato manual-genital, oral-genital e genital-genital. Assim, esse contágio pode acontecer mesmo sem penetração anal ou vaginal.

Vale ressaltar que o HPV também pode ser transmitido durante o parto.

Atualmente, ainda não há comprovações da possibilidade de contaminação através de objetos, uso compartilhado do vaso sanitário, piscina, toalhas ou roupas íntimas.

HPV pode ser diagnosticado por meio de um examem ginecológico ou urológico simples, como o Papanicolau, colposcopia ou peniscopia entre outros. Para mais informações consulte seu médico de confiança.

Como se proteger da doença?

O uso correto de camisinhas reduz muito, mas não elimina completamente, o risco de contrair o HPV. A maneira mais confiável de evitar o contágio é não fazer sexo anal, vaginal ou oral.

As vacinas podem proteger até um 98% contra vários tipos de HPV, incluindo alguns que podem causar câncer.

Existe vacina contra HPV?

Sim, existem três vacinas contra HPV aprovadas e registradas pela ANVISA que estão disponíveis. Mas o Sistema Único de Saúde apenas disponibiliza uma delas para os usuários do SUS a vacina quadrivalente (Gardasil).

Vacina bivalente

  • Indicada a partir dos 9 anos de idade e sem limite de idade;
  • Protege apenas contra os subtipos do vírus 16 e 18;
  • Protege contra o câncer do colo de útero, não protege contra as verrugas genitais;
  • Fabricado pelo laboratório GSK, sendo o seu nome comercial Cervarix;
  • Dose: Quando a vacina é aplicada antes dos 14 anos de idade, são aplicadas 2 doses da vacina, com um intervalo de 6 meses entre elas. Pessoas acima de 15 anos são aplicadas 3 doses, com um intervalo de 0-1-6 meses.

Vacina quadrivalente

  • Indicada para mulheres entre os 9 e 45 anos e homens entre 9 e 26 anos de idade;
  • Protege contra subtipos do vírus 6, 11, 16 e 18;
  • Protege contra verrugas genitais, câncer de colo do útero nas mulheres e câncer de pênis ou do ânus nos homens;
  • Fabricado pelo laboratório Merck Sharp & Dohme, com o nome comercial de Gardasil.
  • Dose: são aplicadas 3 doses, com um intervalo de 0-2-6 meses, sendo a segunda dose aplicada aos 2 meses e a terceira dose aos 6 meses da primeira dose. Em crianças, seu efeito pode ser obtido com apenas 2 doses, por isso algumas campanhas de vacinação podem ter apenas 2 doses.

como conseguir tomar vacina HPV pelo SUS gratuitamente regras

Vacina nonavalente

  • Indicada para homens dos 9 aos 15 anos de idade e mulheres dos 9 aos 26 anos de idade.
  • Protege contra câncer anal, cervical, vulva e vaginal causado pelo subtipos do vírus 16, 18, 31, 33, 45, 52 e 58.
  • Protege contra verrugas genitais causadas pelo subtipo do vírus tipo 6 e 11.
  • Fabricado pelo laboratório Merck Sharp & Dohme, o seu nome comercial é Gardasil 9.
  • Dose: Se a primeira vacinação é feita até aos 14 anos, devem ser administradas 2 doses, colocando a segunda dose num intervalo entre 5 e 13 meses após a primeira dose. Se a vacinação for feita após os 15 anos de idade, deve ser seguido um cronograma de 3 doses (0-2-6 meses), onde a segunda dose é aplicada 2 meses depois e a terceira dose é aplicada 6 meses após a primeira dose.

vacina nonavalente foi aprovada pela Anvisa, mas só está disponível na rede privada de saúde.

Para que serve a vacina HPV?

A vacina HPV funciona de forma que estimula a produção de anticorpos específicos para cada tipo de HPV e a proteção contra a infecção depende da quantidade de anticorpos produzidos pela pessoa vacinada e sua persistência por um período de tempo.

A duração da imunidade da vacina ainda não é determinada, também pelo pouco tempo em que ela está disponível no mundo, a vacina foi criada em 2006, na Austrália.

Ainda que se saiba que ela oferece proteção contra os vírus do HPV, é preciso determinar o seu impacto a longo prazo, principalmente do ponto de vista da saúde pública.

Vale ressaltar que a vacinação não substitui o uso de preservativos que evitam várias DST’S e nem a realização regular do exame de citologia e Papanicolau.

Vacina HPV: quem pode tomar?

Essa vacina é recomendada para homens entre 9 e 26 anos e mulheres entre 9 a 45 anos, inclusive os já infectados, já que a vacina também reduz recaídas, reinfecções e infecções por outros tipos de HPV.

É ideal vacinar meninas e meninos, antes do início da vida sexual, a vacina para eles é gratuita no SUS.

Vale lembrar que no Brasil e em outros países, um dos principais objetivos da vacina é diminuir a incidência do câncer do colo de útero, que mata muitas mulheres.

Quem tem HPV pode tomar a vacina?

Não só pode, deve tomar a vacina, já que a vacina também reduz recaídas, reinfecções e infecções por outros tipos de HPV.

A vacina não é um tratamento, não cura infecções ou lesões já existentes causadas pelo HPV.

Qual o valor da vacina contra HPV?

O preço da vacina bivalente é de cerca de R$ 200 por dose e o da tetravalente é de cerca de R$ 300 por dose no particular.

Porém, já existe a possibilidade de tomar essa vacina de forma gratuita pelo SUS.

Quem tem direito a vacina contra HPV pelo SUS? idade

A vacina quadrivalente contra o HPV já pode ser tomada pelo SUS gratuitamente para meninas de 9 a 14 anos, meninos de 11 a 14 anos e para mulheres e homens vivendo com HIV de 9 a 26 anos.

quem tem hpv pode tomar a vacina
Vacina HPV: quem pode tomar

Também podem tomar a vacina gratuitamente pelo SUS pacientes oncológicos em uso de quimioterapia e radioterapia, e transplantados de órgãos e medula óssea entre 9 e 26 anos de idade.

Anvisa aprovou uma nova vacina contra o HPV, que protege contra 9 tipos de vírus, mas pelo momento ainda não se sabe quando começará a distribuição da mesma.

Outros grupos etários podem dispor da vacina em clínicas privadas.

  • Meninas e mulheres entre 9 e 45 anos de idade, se a vacina for o quadrivalente, ou qualquer idade acima de 9 anos se a vacina for o bivalente (Cervarix);
  • Meninos e homens entre 9 e 26 anos de idade, com a vacina quadrivalente (Gardasil).
  • Homens e mulheres entre 9 e 26 anos de idade com vacina nonavalente (Gardasil 9).

Como solicitar vacina HPV pelo SUS?

Para tomar a vacina, você deve ir até uma unidade do SUS com seu cartão SUS e solicitar a vacina. Caso você não tenha o Cartao Nacional do SUS, você pode ir até a unidade de saúde mais próxima de sua casa com seus documentos pessoais e solicitar o cartão.

Vale ressaltar que são necessárias 2 doses de vacina para completar esse esquema de vacinação contra o vírus, onde a segunda dose deve ser tomada após 6 meses da primeira dose.

💉 IMPORTANTE: Para estar completamente protegido é necessário tomar as duas doses da vacina.

Nos casos de pessoas com HIV/Aids são necessárias três doses — com intervalo de dois e seis meses após a primeira dose.

Existe contraindicações para a vacina?

Essa vacina é contraindicada para pessoas que tem alergia aos componentes da fórmula e pode ser contraindicada para gestantes. Também não é indicada para pessoas com febre ou doenças graves.

Porém, é importante ficar atento por cerca de 15 minutos após tomar a vacina, uma vez que como em qualquer vacina pode ocorrer desmaios ou outras reações.

📌 É importante levar a sério o HPV! Ele é o principal responsável dos casos de câncer de colo do útero, câncer de ânus e por volta de um 60% dos casos de câncer de pênis! Como de tumores em garganta, vulva e vagina.

Prontinho! Agora você já sabe tudo sobre a Vacina HPV SUS! Caso tenha ficado com dúvidas, leia o informe técnico do Ministério da Saúde sobre a Vacina Papilomavírus Humano (HPV) na Atenção Básica.

O artigo foi de ajuda? Avalie 5⭐️!:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Compartilhe nas redes sociais!

Voltar ao topo