Skip to content

Quem tem direito a vacina da gripe pelo SUS 2020

Quer saber  quem tem direito a vacina da gripe pelo SUS? Confira no texto abaixo quem pode se vacinar contra a doença nesse ano!

Vacinação pelo SUS
Quem tem direito a vacina da gripe pelo SUS nesse ano!

Logo logo estamos entrando nas épocas mais frias do ano, e com isso, o número de pessoas aglomeradas em locais com janelas e portas fechadas aumenta, o que pode trazer um risco muito maior à propagação de algumas doenças. A mais comum entre elas é a gripe.

Apesar da gripe ter uma fama de ser uma doença que não é tão grave, ela diminui a imunidade da pessoa infectada, o que pode levar a infecções mais graves através de vírus ou bactérias. Em casos mais extremos pode até levar à morte, e neste ano já temos pouco mais de 99 mortes confirmadas por gripe no Brasil. Bastante para se tratar de gripe não acha?

Todos os anos o Ministério da Saúde faz uma grande campanha de vacinação contra a gripe a fim de diminuir o alcance da doença. Este ano a campanha já começou antes, e o público de maior risco já consegue a vacina da gripe de graça através do SUS.

O governo antecipou a campanha de vacinação da gripe no Brasil como medida para conter Coronavírus, começou o passado dia 23 de março! Estão sendo disponibilizadas 75 milhões de vacinas.

Nos parágrafos a seguir você poderá tirar todas as suas dúvidas sobre a gripe, sua prevenção através das vacinas e como utilizar o SUS.

O que é gripe?

A gripe é uma doença perigosa que, apenas no ano passado, matou 1391 pessoas no Brasil.

A gripe é uma doença causada por um vírus, que pode ser transmitido de várias formas, mas a principal é através do ar. Com a chegada do outono e inverno, as estações mais frias, o número de pessoas aglomeradas em ambientes fechados e sem ventilação aumenta bastante, e por isso a chance de contrair a doença é muito maior. É por esta razão que o Governo Federal concentra suas campanhas nesta época do ano.

O vírus da gripe ataca as vias respiratórias e pode causar muitas infecções. Seus sintomas mais comuns são:

sintomas mais comuns da gripe

  • Irritações no nariz e na garganta
  • Espirros
  • Dores no corpo
  • Indisposição e cansaço
  • Febre

Além disso, o vírus também pode causar infecções mais graves, especialmente nos pulmões, o que leva à pneumonia.

O vírus da gripe também afeta muito a imunidade da pessoa infectada, o que abre a possibilidade de ela contrair outras infecções que podem ser muito mais graves, e se não forem detectadas e tratadas a tempo, podem até causar a morte.

O que é a vacina da gripe?

A vacina serve justamente para evitar a infecção pelo vírus. Ela é completamente segura e deve criar imunidade para os três tipos de gripes mais comuns no país. Existem dois tipos de vacina, a trivalente e a tetravalente. A única diferença entre elas é que elas protegem contra três e quatro tipos de vírus, respectivamente.

Qual é vacina oferecida pelo SUS?

A vacina trivalente oferecida pelo SUS serve como uma forma de prevenção contra a H1N1, H3N2 e outra linhagem do tipo B que são os três subtipos do vírus da gripe mais comuns nos últimos anos no Hemisfério Sul, de acordo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

vacina trivalente pelo SUS contra a gripe
Vacina trivalente

Conforme mencionamos anteriormente, o Governo federal garante que a vacina é segura e que não deve apresentar nenhum tipo de efeito colateral. Isso não quer dizer que eles não possam acontecer, mas a chance é mínima.

A vacina de 2020 terá efetividade contra Influenza A e B.

Reações da vacina da gripe

Como qualquer medicamento existe um pequeno risco que o paciente experimente alguns efeitos colaterais ou sintomas, tais quais:

quem pode tomar vacina da gripe pelo SUS

  • Dor e inflamação no local onde a vacina foi aplicada.
  • Dores de cabeça.
  • Febre.
  • Náusea.
  • Tosse.
  • Dores musculares.
  • Irritação nos olhos.

Vale a pena lembrar que um número muito baixo de pessoas experimenta algum tipo de efeito colateral ao receber a vacina da gripe, mas mesmo que aconteça o efeito costuma durar por muito pouco tempo.

A produção da vacina é produzida utilizando ovos de galinha, por isso, é contraindicada para pessoas que possuem alergia a ovos, podendo desencadear todos os sintomas da alergia. Nestes casos ainda é possível receber a vacina, entretanto, é necessário o acompanhamento de um médico alergista.

Muitas pessoas acreditam que a vacina da gripe pode acabar causando gripe, pois a vacina contém o vírus inativo. Este é um mito sobre a vacina que não deve ser levado à sério, pois o sistema imunológico do corpo cria imunidade ao vírus. Mesmo assim, vale ressaltar que, mesmo com a vacina, ainda é possível contrair algum vírus da gripe, considerando que existem diversas versões dele circulando por aí. Entretanto, caso isso aconteça, é mais provável que você pegue uma versão muito mais amena do vírus, com sintomas mais leves e menor duração da doença.

Quem pode tomar a vacina da gripe pelo SUS? – Grupo de risco vacina da gripe 2020

A campanha de vacinação no SUS tem foco em grupos de grande risco de contração do vírus. Devem tomar a vacina:

  • Crianças de 6 meses até 5 anos de idade a partir do dia 16/04.
  • Gestantes e mulheres puérperas (mães que deram a luz há menos de 45 dias).
  • Idosos com mais de 60 anos.
  • Todos os indígenas.
  • Todos os profissionais da saúde, professores da rede pública ou privada (incluídos pela primeira vez na campanha deste ano).
  • Funcionários do sistema prisional.
  • Profissionais das forças de segurança e salvamento (policiais, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas).
  •  Todos os pacientes que são imunossuprimidos, como quem faz quimio ou radioterapia;
  • Pessoas com trissomias, como portadores de síndrome de Down;
  • Qualquer adolescente internado em instituições, como a Fundação Casa.
  • Portadores de doenças crônicas, como asma, artrite e diabetes, inclusive aquelas que fazem tratamento pelo SUS.
  • População presidiária completa.
  • Agentes presidiários.
  • Caminhoneiros.
  • Motoristas e cobradores de transportes coletivos.
  • Trabalhadores portuários.
  • Pessoas com mais de 55 anos ou mais.
  • Pessoas com deficiência física, mental, intelectual ou sensorial.

Para as pessoas incluídas nestes grupos, a vacina trivalente está disponível totalmente gratuitamente no SUS. Neste ano ela foi modificada para incluir as três variações mais comuns do vírus no hemisfério sul: A/Michigan/45/2015 (H1N1) pdm09; A/Switzerland/8060/2017 (H3N2); B/Colorado/06/2017 (linhagem B/Victoria/2/87).

Verifique abaixo o calendário de Vacinação da gripe desse ano e veja a partir de qual data você vai conseguir se vacinar.

Já a vacina tetravalente está disponível apenas na rede particular. Além disso, pessoas que não se enquadram em nenhuma destas características deverão tomar a vacina na rede particular.

👶ATENÇÃO AOS PAIS

A vacinação contra a gripe já começou, mas até dia  15 de Abril, idosos e trabalhadores devem ser vacinados prioritariamente. Nesse período, está suspensa a vacinação de rotina de crianças. É uma forma de prevenir a transmissão de doenças respiratórias para os idosos. 

Crianças com seus pais e responsáveis podem, muitas vezes, disseminar doenças respiratórias, mesmo não apresentando sintomas. Por isso, para evitar aglomerações dessas pessoas com o maior público de risco, os estados já receberam nota técnica para que, neste período, as vacinas de rotina sejam SUSPENSAS. Então, a partir do dia 16 de abril, essas atividades voltam ao normal.

Por favor aguardem essa data para proteger nosso idosos que estão sendo vacinados.

Quem não pode tomar a vacina da gripe?

A vacina contra a gripe não é recomendada para quem está em estado febril, tem alguma doença neurológica ou caso tenha alergia a algum componente do ovo, tal e como já explicamos acima.

Também não é recomendado que bebês com menos de seis meses tomem a vacina, mas isso é mais por uma questão de segurança, já que não existem muitos dados científicos para este grupo de pacientes. Mas fiquem tranquilos: a imunidade ao vírus é passada pela mãe através do leite materno.

Calendário de Vacinação da gripe 2020

A vacinação contra a gripe vai começar mais cedo este ano, em 23 de março em todo o país, um mês antes do que no ano anterior, quando teve início em abril para assim diminuir o número de casos suspeitos do coronavírus uma vez que os sintomas das duas doenças são bem similares.

A campanha de vacinação contra a gripe nesse ano vai de 23 de março até 23 de maio! Fique de olho!

Fases da vacinação

Na primeira fase da camapanha de 2020, no dia 23 podem tomar a vacina os idosos e trabalhadores de saúde serão os primeiros a receber vacina contra gripe.

No dia 16 de abril começará a segunda fase da campanha, para professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, doentes crônicos, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transportes coletivos, trabalhadores portuários e população indígena.

O Ministério da Saúde antecipou a vacinação contra a gripe para os povos indígenas. A vacinação vai começar no 16 de abril em aldeias de todo Brasil.

A partir de 9 de maio, Dia D de vacinação, serão vacinadas as crianças menores de seis meses e menores de seis anos, pessoas com mais de 55 anos, gestantes, mães no pós-parto e portadores de condições especiais. A campanha seguirá até o dia 23 de maio.

vacinação contra a gripe pelo SUS

Além disso vale ressaltar que qualquer pessoa, mesmo as que são parte dos grupos especiais onde a vacina é oferecida gratuitamente, podem recebê-la na rede particular a qualquer momento. Conforme mencionamos anteriormente, para aqueles fora deste grupo, a rede particular é a única alternativa para receber a vacina.

Segundo o ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta:

A vacinação reduziria a carga sobre os hospitais, pois menos gente desenvolveria casos graves de gripe. Não há vacina contra o coronavírus. Então qualquer um pode adoecer e procurar um hospital. Mas, se reduzirmos os casos de gripe, causados por vírus influenza, teremos menos gente precisando recorrer a hospitais e abriremos espaço para os casos de Covid-19.

Até que dia vai a vacina da gripe?

A campanha de vacinação contra a gripe foi prorrogada, os postos de saúde distribuirão as doses restantes das vacinas trivalente até o dia 15 de junho para todos os grupos.

Documentos Para a Vacinação

Aqueles que têm direito à vacina gratuita pelo SUS devem comparecer a qualquer posto de saúde portando um documento de identificação original, válido e em bom estado; e cartão de vacinação.

Lembre-se que é preciso estar cadastrado no Sistema Único de Saúde. Por isso, se você ainda não tem o Cartão SUS, o ideal é providenciar o seu  quanto antes!

Para os que sofrem de doenças crônicas e estão sob tratamento é importante levar uma prescrição médica. Caso o paciente esteja sendo tratado pelo SUS é orientado que ele se dirija à unidade onde ele está recebendo tratamento para poder ser vacinado. Além disso, professores e profissionais de saúde devem levar o contracheque ou crachá funcional.

Vacina da gripe: Preço

Os preços da vacina trivalente variam entre R$ 60,00 e R$ 80,00, enquanto os preços da vacina quadrivalente variam entre R$ 110,00 e R$ 130,00.

Para aqueles que tem direito a se vacinar de graça, basta se dirigir a qualquer posto de saúde do SUS para tomar a vacina sem ter que pagar nada por isso.

Quais são as vacinas oferecidas pelo SUS?

O SUS oferece diversas vacinas gratuitamente além da vacina da gripe, e cada uma delas tem suas funções no combate a doenças.

Entre as vacinas oferecidas pelo SUS, podemos citar:

  • Hepatite A e B.
  • HPV.
  • Febre Amarela.
  • Rotavírus Humano, que previne a doença do rotavírus.
  • BCG, que é contra a tuberculose.
  • Penta/DTP, que é contra tétano, coqueluche, meningite, difteria e poliomielite.
  • Pneumocócia, que previne doenças como pneumonia e meningite causadas por dez sorotipos da bactéria pneumococos.
  • VIP/VOP, que são vacinas contra a poliomielite (paralisia infantil).
  • Meningocócica C, contra a meningite.
  • dTpa, que combate a diferia, coqueluche e tétano em gestantes.
  • Varicela, que previne a varicela (catapora).
  • Tríplice viral que combate o sarampo, rubéola e caxumba.
  • Tetra viral, que é a segunda dose do tríplice viral.
  • Dupla Adulto, que combate tétano e difteria.

Algumas vacinas são tomadas de acordo com a faixa etária ou condição. Veja agora em qual faixa são recomendadas para cada uma das vacinas:

  • Hepatite B: Para crianças, adolescentes, adultos, idosos e gestantes.
  • BCG: Contra tuberculose: Para crianças.
  • Penta/DTP: Para crianças.
  • Pneumocócia: Para crianças.
  • VIP/VOP: Para crianças.
  • Rotavírus: Para crianças.
  • Meningocócica C: Para crianças e adolescentes.
  • Febre Amarela: Para crianças, adolescentes, adultos, idosos em áreas com recomendação para a vacina.
  • Tríplice Viral: Para crianças, adolescentes e adultos.
  • Hepatite A: Para crianças.
  • Varicela: Para crianças.
  • HPV: Para crianças e adolescentes.
  • Tetra Viral: Para crianças.
  • Dupla Adulto: Para adolescentes, adultos, idosos (reforço a cada dez anos) e gestantes.
  • dTpa: Para gestantes.

Em todos os casos, é importante verificar a situação vacinal antes de aplicar a vacina, pois é ideal tomar somente a dose recomendada.

Você pode ir até a unidade de saúde mais próxima de sua casa e verificar a disponibilidade de cada uma das vacinas citadas.

Perguntas Frequentes

Confira abaixo algumas das perguntas mais frequentes:

A Gripe e o resfriado são a mesma doença?

Também é importante diferenciar gripe de resfriado. A principal diferença é que o resfriado não causa febre (com exceção das crianças pequenas), e normalmente a pessoa não fica tão indisposta, apenas incomodada com os outros sintomas. Já no caso da gripe, a febre é um dos principais sintomas, a indisposição física é grande e também há muita dor de cabeça.

Devo tomar a vacina todos os anos?

Sim, pois o vírus da gripe é altamente mutável, podendo haver grande variação de ano a ano e tornando a vacina anterior ineficaz.

Vou ficar gripado se tomar a vacina?

Não, a vacina é feita com o vírus inativo, e o sistema imunológico irá criar resistência.

Pode tomar vacina da gripe gripado?

Sim, desde que não haja febre.

Pode tomar vacina da gripe com tosse?

Sim, desde que não haja febre.

Grávidas podem tomar a vacina?

Sim, e é de extrema importância que elas participem da campanha, pois seus anticorpos serão passados ao bebê, seja durante a gestação ou através do leite.

Por quanto tempo dura a vacina da gripe?

A vacina leva mais ou menos três semanas para começar a fazer efeito, e tem uma duração de mais ou menos um ano. Isso porque o vírus é muito mutável e pode ficar completamente diferente dentro deste período.

A vacina da gripe protege contra o Coronavírus?

Não, a vacina da gripe não protege contra o Coronavírus, mas contribui na agilidade no diagnóstico clínico da doença. A vacina da gripe somente serve para prevenir contra os vírus influenza.

Mesmo que você não esteja dentro do grupo de prioridades para a vacinação é muito importante participar da campanha. O vírus da gripe é bastante comum e possui muitas variações, e por isso pode infectar um grande número de pessoas. Portanto, é sempre importante se proteger de todas as formas possíveis.

Tem dúvidas, críticas ou sugestões sobre nossa matéria? Deixe um comentário ns formulários abaixo e entraremos em contato o mais rápido possível.

O artigo foi de ajuda? Avalie 5⭐️:
[ratings]
Compartilhe nas redes sociais!

Voltar ao topo