Skip to content

Inseminação artificial: O que é, como fazer, valor e como conseguir pelo SUS gratuitamente!

Está querendo saber se tem como fazer Inseminação artificial pelo SUS gratuitamente e qual é o procedimento a seguir?

Muitos casais não conseguem engravidar por meios naturais e por isso, consideram a opção de fazer algum tipo de procedimento de reprodução assistida, como a inseminação artificial para poder conceber o tão esperado filho.

Inseminação artificial pelo SUS
Inseminação artificial: O que é, como fazer , valor e como conseguir pelo SUS!

Mas você sabe o que é inseminação artificial? Sabe como conseguir a inseminação artificial pelo SUS?  Ou quais são os procedimentos de reprodução assistida mais comuns na atualidade? Neste artigo vamos explicar tudo isso para você! Por isso, leia até o final e entenda tudo sobre o assunto! Começamos? 🤓

Quais são os métodos de fertilização artificial?

Confira a seguir os sete procedimentos de reprodução assistida mais comuns:

  • Relação Sexual Programada – Coito Programado
  • Inseminação Artificial Intrauterina (IIU)
  • Fertilização in vitro (FIV)
  • Injeção Intracitoplasmática de espermatozóides (ICSI)
  • Indução da ovulação
  • Transferência intratubária de gametas
  • Doação de Óvulos
Consulte tudo o que tem saber para fazer fertilização in vitro pelo SUS. Visite agora 👉 Fertilização In Vitro pelo SUS!

O que á a inseminação artificial?

A inseminação artificial é um procedimento clínico realizado em mulheres que querem engravidar, mas encontram  dificuldades para isso. Normalmente é indicado para aqueles casos no que o espermatozóide não consegue chegar até o útero feminino naturalmente devido à baixa mobilidade dos mesmos.

O procedimento consiste na introdução dos espermatozóides previamente selecionados de uma amostra no útero da mulher em seu período fértil de ovulação, facilitando assim que ocorra a formação do embrião. Todo o procedimento de fertilização acontece dentro do corpo da mulher.

Desta forma, a distância que separa o espermatozóide do óvulo é diminuída, aumentando as chances de conseguir a desejada gravidez. Na inseminação artificial, não é necessário extrair previamente os óvulos da mulher como ocorre na fertilização in vitro. Após um primeiro diagnóstico, programa-se a estimulação ovariana e é feito um análise por ultrassom transvaginal periódico (cada três dias) para determinar o momento ideal para realizar a inseminação artificial.

O sêmen pode ser do casal ou de um doador. É uma técnica de reprodução assistida simples, com poucos efeitos colaterais para as mulheres e ótimos resultados de gravidez.

🤵 🔬👶A inseminação artificial conjugal (IAC) também conhecida como inseminação artificial homóloga (IAH) é um tipo de inseminação na qual o sêmen utilizado é o do conjuge da mulher.

A inseminação artificial é um dos métodos mais comuns e indicados para conseguir  ajudar aos casais com dificuldades em engravidar junto com a fertilização in vitro (FIV).

Tipos de inseminação

  • Inseminação artificial intrauterina: Os espermatozóides são injetados dentro do útero da mulher.
  • Inseminação artificial intracervical: Os espermatozóides são injetados  no cérvix uterino feminino (colo do útero).
  • Inseminação artificial intratubária: Os espermatozóides são injetados dentro da parte interna das trompas de falópio.
  • Inseminação artificial intraperitoneal: Os espermatozóides são injetados dentro da cavidade peritoneal.
  • Inseminação artificial intrafolicular: Os espermatozóides são injetados  dentro do folículo ovulatório.

De todos eles o que normalmente dá os melhores resultados é a inseminação artificial intra-uterina. Os outros tipos de IA apenas são utilizados se houver problemas em alcançar o útero da mulher.

Como funciona a inseminação artificial?

Para que a inseminação artificial seja realizada com sucesso, é preciso um processo preparatório, onde o homem faz a coleta de um pouco do seu sêmen por meio da masturbação.

Essa coleta será armazenada e amostra será analisada em laboratório para separação dos espermatozóides (melhorar a qualidade do sêmen em laboratório). Assim, caso haja a necessidade de doação de espermatozóides, estes poderão ser retirados de um banco de sêmen.

Já a mulher também poderá tomar, sob orientação médica, alguns medicamentos que auxiliem no aumento da ovulação (estimular a ovulação) caso seja necessario.

No período da estimulação ovariana, é preciso realizar ultrassonografias transvaginales periodicas para poder fazer um acompanhamento dos folículos (estrutura que abriga o óvulo), e assim que estes estiverem prontos para a inseminação, a mulher tomará um medicamento para liberar os óvulos, e nesse instante, os espermatozóides poderão ser colocados no óvulo.

O procedimento é realizado com a utilização de um cateter fino e um bico de pato, que é inserido na vagina da mulher, e o posicionamento é controlado pela ultrassonografia.

Como é feita a inseminação artificial pelo sus

Geralmente, os espermatozóides são colocados próximos das trompas, para aumentar as chances de resultados.

Assim, após 2 semanas, a mulher já pode fazer o exame de gravidez para saber o resultado.

Normalmente, costumam ser feitas até três tentativas de inseminações em cada mulher. Se após as 3 inseminações artificiais não foi conseguido engravidar, costumam ser indicados outros procedimentos de reprodução assistida, como por exemplo a fertilização in vitro (FIV).

Segundo o especialista em reprodução humana André da Costa,

⏳ Quanto mais cedo o casal buscar ajuda, mais barato será o tratamento. A cada mês a mulher perde de 800 a 1000 óvulos, e eles vão ficando atrofiados. Isso dificulta a possibilidade de gravidez com métodos mais simples e baratos”,

Qual valor da inseminação artificial?

O valor desse procedimento pode variar entre R$ 2.500,00 a R$ 5.000,00, dependendo da clínica e o profissional escolhido.

Mas é válido ressaltar que, caso a pessoa não tenha condições financeiras para pagar o procedimento, também é possível fazer a inseminação artificial pelo SUS, de forma gratuita com o Cartão do SUS.

O SUS oferece Inseminação artificial gratuitamente?

O sonho dos casais que têm dificuldade em conceber um filho e que não têm condições financeiras, agora poderão ter o filho tão desejado pelo Sistema Único de Saúde gratuitamente.

Desde o ano de 2012 através da portaria 3.149 o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece o programa de reprodução assistida por meio de inseminação artificial intrauterina, indução da ovulação, coito programado, injeção intracitoplasmática de espermatozoide ou por fertilização in vitro para casais com problemas para engravidar.

O SUS também oferece os examenes necessários para o tratamento da mulher e o conjuge ou companheiro tais como:

  • Espermograma.
  • Histerossalpinogradia.
  • Ultrassonografia.
  • Dosagens hormonais.
  • Sorologias infecciosas.
  • Entre outros.

Não são todos os estados brasileiros que oferecem tratamentos de reprodução assistida gratuitamente pelo SUS, ficam sob responsabilidade do gestor estadual ou municipal.

Quem tem direito a fazer a inseminação artificial pelo SUS

Para conseguir a inseminação artificial pelo SUS, é preciso cumprir alguns requisitos (os requisitos podem mudar de hospital para hospital) tais como:

  • A mulher não pode ser portadora de nenhuma doença crônica grave como diabetes descompensado, cardiopatia grave ou doença infecciosa como hepatites B e C ou HIV.
  • A mulher não pode ser menor de 18 anos nem maior de 40.
  • Não pode ter passado por três ou mais cesárias.
  • O casal precisa ter tido relações sexuais sem a utilização de nenhum método contraceptivo durante pelo menos um a dois anos sem que tenha resultado em gravidez.
  • Entre outros.

Quando é indicado este tipo de tratamento?

Esse tratamento é indicado para casais onde o homem tenha alguma alteração nos espermatozóides, como gametas lentos com dificuldades de movimentação, casos de oligoastenospermia (baixa qualidade do esperma), anomalias genitais, azoospermia ou para mulheres com alteração no útero, como endometriose, alterações no muco cervical ou no colo uterino, entre outras razões como até mesmo para casais que não sabem a razão da infertilidade.

A inseminação quanto a FIV podem ser realizada também com espermatozóides doados, como em casos de casais homoafetivos ou mulheres que querem ter filhos sozinhas.  O casal deve fornecer o sêmen de seu conjuge ou companheiro (o SUS não tem banco de gametas)

Infelizmente de acordo com informações do Ministério da Saúde, o procedimento pode ainda não estar disponível de forma gratuita em todos os estados, em alguns casos o tratamento é integralmente oferecido pelo SUS, em outros, apenas uma parte ou nem sempre o SUS  paga todos os medicamentos de alto custo necessários no tratamento.

☹️💊 ATENÇÃO: É de suma importancia se informar corretamente sobre todas as despesas não cobertas pelo SUS na primeira consulta porque ficam sob responsabilidade do gestor estadual ou municipal.

Brasília ou São Paulo por exemplo são dos poucos estados que arcam integralmente com o tratamento completo de fertilidade: remédios, exames e cirurgias em alguns dos seus hospitais públicos.

Mas porque tem limite de idade?

O SUS restringe a idade até 40 anos porque a fertilidade da mulher declina com o passar do tempo, que é o principal fator de sucesso nos tratamentos de fertilidade. A partir dos 40 anos as taxas de sucesso diminuem bastante. Isso porque cada mulher tem seus óvulos desde o seu nascimento, então a qualidade diminui bastante e número de cromosomas se alteram.

Como fazer a inseminação artificial pelo SUS 2020?

Para saber se está disponível no seu estado, você deve se dirigir a uma unidade de Atenção Básica, como Clínicas da Família ou postos de saúde da sua cidade e solicitar mais informações sobre os procedimentos de reprodução assistida que estão disponíveis em seu estado e explicar seu interesse na inseminação artificial.

Caso o serviço esteja disponível em seu estado, o agente de saúde deve te orientar sobre como agendar uma consulta com o ginecologista na Unidade de Sáude, avaliação, exames para diagnóstico de infertilidade e demais procedimentos para ser encaminhado a um centro de tratamento da infertilidade e entrar na na fila de espera.

Na preparação para a inseminação, o homem deve ficar em abstinência sexual entre dois a cinco das antes da coleta do sêmen. É recomendado também que seja evitado estresse excessivo, consumo exagerado de álcool e fumo e calor na região genital nesse período.

Já a mulher deve estar com uma boa saúde, indicada para gestação; com o peso correto, vacinas, sem fumar e beber e começar a tomar suplemento de ácido fólico.

Por isso, é importante fazer um check-up para verificar a condição de saúde ou se existe alguma doença crônica que necessita de controle na gestação.

Em cerca de um mês após o início do tratamento, já existe a confirmação ou não da gravidez.

Além disso o casal terá que participar em palestras educativas com explicações sobre as chances de sucesso e os riscos do procedimento, entrevistas individuais, além de atendimento psicológico.

Hospitais que oferecem tratamento de infertilidade pelo SUS

  • Salvador (BA) – Hospital da Mulher
  • Belo Horizonte (MG) – Hosp. das Clinicas da UFMG
  • Brasília (DF) – Hosp. Materno Inf. de Brasília (HMIB)
  • Goiânia (GO) – Hospital de Clínicas
  • Natal (RN) – Mat. Escola Januário Cicco
  • Porto Alegre (RS) – Hosp. N. Senhora. da Conceição – Fêmina
  • Porto Alegre (RS) – Hosp. das Clínicas
  • Recife (PE) – Instit. De Med. Int. Prof. Fernando Figueira – IMIP
  • Rio de janeiro (RJ) – Instituto de Ginecologia da UFRJ
  • São Paulo (SP) – Hosp. das Clínicas São Paulo
  • São Paulo (SP) – Cent. de Ref. da Saúde da Mulher São Paulo – Pérola Byington
  • Ribeirão Preto (SP) – Hosp. das Clínicas FAEPA
  • São Paulo (SP) – UNIFESP
  • São Paulo (SP) – Faculdade de Medicina do ABC

🔍 Ey, psiu!! Conhece alguma outra clínica de reprodução humana? Diz pra gente adicionar em nossa lista! 🙂

Pronto! Agora você sabe como é feita a inseminação artificial pelo SUS. Se você tem vontade de fazer este tratamento, procure o quanto antes uma unidade de saúde da sua cidade e se informe referente a disponibilidade!

O artigo foi de ajuda? Deixe sua avaliação: ⤵
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (10 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Ficou com dúvidas sobre como fazer inseminação artificial gratuita pelo sus? Deixe o seu comentário abaixo e fale conosco, mas  continue navegando por nosso site e fique por dentro de todos os benefícios que o SUS nos oferece! 😉

Compartilhe nas redes sociais!