Skip to content

Como conseguir um Parto Cesárea pelo SUS 2020: Como funciona, direitos e como marcar!

Muitas mulheres ao engravidarem, querem ter a opção de escolher o parto cesárea, por diversos motivos. Mas você sabe como funciona o parto cesárea pelo SUS, quem tem direito e como conseguir marcar?

Parto Cesárea pelo SUS
Tudo sobre o Parto Cesárea pelo SUS!

Neste artigo, falaremos sobre isso e muito mais! Por isso, leia até o final com muita atenção!! Vamos lá? 🙂

O que é um parto cesariana e como funciona?

O parto cesárea é um tipo de parto que é indicado quando há riscos ou outros problemas com a realização de um parto normal.

Ele consiste na realização de um corte no abdômen da mulher e outro no útero, para abrir o espaço no qual o médico irá puxar o bebê.

como conseguir Parto Cesárea pelo SUS

Muitas mulheres preferem fazer o parto cesárea porque tem medo das dores de um parto normal.

Além disso, a prática de que as mães optem por agendar uma data para o nascimento também influencia pela preferencia de muitas por esse tipo de parto.

Muitos consideram que a cesariana é uma cirurgia invasiva e que apresenta riscos para a mulher e para o bebê se for feita sem a efetiva necessidade, como costuma acontecer.

É imporante saber que a recuperação de uma cesariana é  mais demorada e pode ter algum risco. O Sistema Único de Saúde sempre busca incentivar o parto natural e evitar cesarianas.

É possível fazer a cesariana de graça pelo SUS?

Sim. Mulheres que não podem pagar pela cesariana podem recorrer ao Sistema Único de Saúde para fazer o parto cesárea, porém a aprovação da cesariana dependerá de avaliação médica.

Como conseguir Parto Cesárea pelo SUS 2019?

Primeiro, a mulher deverá passar por uma avaliação. O médico irá analisar a condição de saúde da mulher e do bebê, bem como sua evolução, buscando tomar a melhor decisão visando a segurança de ambos.

É válido lembrar que o SUS sempre busca incentivar o parto natural e evitar cesarianas. Após isso, o SUS dará o seu posicionamento sobre o melhor tipo de parto para a mamãe e o bebê.

A cesariana costuma ser realizada quando ela não tem a dilatação necessária ou caso o bebe entre em sofrimento letal, que são situações que requerem esse tipo de cirurgia, pois nesses casos, há mais riscos se for feito um parto normal.

A cesariana feita pelo SUS não é cobrada, uma vez que é indicação do médico, então os seus procedimentos e a assistência são feitos pelo próprio sistema do SUS.

Quantas semanas é o ideal para fazer cesáreana?

O ideal é que a cesárea sem indicação só seja feita após a 39ª semana de gestação.

Quais leis asseguram o Parto Cesárea pelo SUS?

Segundo a Resolução CFM Nº 2.144, DE 17 de março de 2016, é assegurado o direito de parto cesárea pelo SUS.

Segue um trecho da Lei:

É ético o médico atender à vontade da gestante de realizar parto cesariano, garantida a autonomia do médico, da paciente e a segurança do binômio materno fetal.

O CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA, no uso das atribuições conferidas pela Lei nº 3.268, de 30 de setembro de 1957, alterada pela Lei nº 11.000, de 15 de dezembro de 2004, regulamentada pelo Decreto nº 44.045, de 19 de julho de 1958, embasado no exposto acima:
CONSIDERANDO que o alvo de toda a atenção do médico é a saúde do ser humano, em benefício da qual deverá agir com o máximo de zelo e o melhor de sua capacidade profissional;
CONSIDERANDO que no processo de tomada de decisões profissionais, de acordo com os ditames da sua consciência e as previsões legais, o médico deve aceitar as escolhas de seus pacientes relativas aos procedimentos diagnósticos e terapêuticos por eles expressos, desde que adequadas ao caso e cientificamente reconhecidas;
(….)

CONSIDERANDO, finalmente, o decidido na sessão plenária do Conselho Federal de Medicina realizada em 17 de março de 2016, resolve:
Art. 1º É direito da gestante, nas situações eletivas, optar pela realização de cesariana, garantida por sua autonomia, desde que tenha recebido todas as informações de forma pormenorizada sobre o parto vaginal e cesariana, seus respectivos benefícios e riscos.
Parágrafo único. A decisão deve ser registrada em termo de consentimento livre e esclarecido, elaborado em linguagem de fácil compreensão, respeitando as características socioculturais da gestante.
Art. 2º Para garantir a segurança do feto, a cesariana a pedido da gestante, nas situações de risco habitual, somente poderá ser realizada a partir da 39ª semana de gestação, devendo haver o registro em prontuário.
Art. 3º É ético o médico realizar a cesariana a pedido, e se houver discordância entre a decisão médica e a vontade da gestante, o médico poderá alegar o seu direito de autonomia profissional e, nesses casos, referenciar a gestante a outro profissional.

O pai pode assistir o Parto Cesárea pelo SUS?

Sim, existe a Lei do Acompanhante que permite que gestantes podem ser acompanhadas pelo pai da criança ou parceiro durante todo o trabalho do parto, bem como após o procedimento.

como marcar Parto Cesárea pelo SUS

Segundo o Ministério da Saúde, a participação e presença do pai durante o parto pode garantir um melhor atendimento, bem como outros benefícios, como reforço dos laços afetivos da família, mais tranquilidade para a gestante, diminuição da taxa de depressão pós-parto, entre outros.

Caso esse direito seja negado, a família pode liga para a Ouvidoria do Ministério da Saúde, através do telefone 136. Confira outros direitos das mulheres grávidas brasileiras clicando aqui.

Pronto! Agora você já sabe que é possível fazer a cesariana pelo SUS, como ela funciona e seus direitos! Se você ainda não teu seu Cartão Nacional de Saúde solicite a emissão do seu em seu nome o antes possível.

Fazer o Cartão SUS

Para receber um atendimento mais ágil durante o seu pré-natal pelo SUS, solicite a emissão do Cartão SUS. Entre outras informações, este documento registra todo o histórico de consultas, bem como os exames realizados e as especialidades médicas que você passou no Sistema Único de Saúde.

O cartão é emitido nos hospitais, clínicas e postos de saúde da rede pública. Para fazer o cadastro, você precisa apresentar O CPF, RG ou Certidão de Nascimento ou Casamento.

🌎 Saúde universal: para todas e todos, em todos os lugares!

Gostou de nosso artigo? Tem dúvidas, críticas ou sugestões? Deixe seu comentário no formulário abaixo, entraremos em contato o mais rápido possível.

O artigo foi de ajuda? Avalie 5⭐️:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Compartilhe nas redes sociais!