Skip to content

Vacinas pelo SUS: O que são, Calendário 2020 e muito mais!

Quer saber se está com a sua carteira de vacinação do SUS em dia? Confira as vacinas que o SUS disponibiliza!

Cuando tomar minha vacina pelo SUS
Calendário de Vacinação 2020

As vacinas estão entre as mais eficientes medidas de proteção, garantindo um crescimento mais saudável e proteção contra diversas doenças.

Caso você ainda não saiba quais são as vacinas oferecidas pelo SUS gratuitamente, pode pegar o seu bloco de notas para não perder nenhuma informação e verificar por exemplo quais as primeiras vacinas do bebe, o calendário de vacinas desse ano ou verificar a tabela de vacinas por idade.

Assim, você pode confirmar na sua carteira de vacinação ou correr para uma unidade de saúde mais próxima. Vamos lá?

O que são as vacinas?

vacinas pelo SUSUma vacina é qualquer preparação cuja função é tornar o organismo imune a uma determinada doença, estimulando-o a produzir anticorpos que depois actuarão para o proteger contra futuras infecções, uma vez que o sistema imunitário será capaz de reconhecer o agente infeccioso e destruí-lo. É um medicamento biológico composto por microrganismos mortos ou atenuados (bactérias ou vírus) ou por produtos derivados dos mesmos.

Antes do nascimento, os bebés adquirem através da placenta as defesas necessárias para se protegerem contra possíveis infecções durante as primeiras semanas de vida. No entanto, perdem essa protecção num curto espaço de tempo, embora isso varie em função do microrganismo em questão. Assim, enquanto em doenças infecciosas como a tosse convulsa, a imunidade transmitida pela mãe é mantida por apenas algumas semanas, noutros casos, como o sarampo, pode durar até seis meses ou um ano, dependendo da criança.

Este facto determina duas coisas muito importantes: a necessidade de vacinar a criança para a proteger de doenças conhecidas e o momento da vacinação para manter a imunidade a essas doenças.

Como é que as vacinas funcionam?

O que as vacinas realmente fazem é enganar o organismo, e especificamente o sistema imunitário, para que pense que está a ser atacado por um agente infeccioso e forçá-lo a defender-se. O microrganismo inoculado com a vacina está morto ou muito enfraquecido (atenuado), por isso não é perigoso para a criança; mas basta que o seu sistema imunitário reaja gerando anticorpos contra ele e com eles adquira uma memória imunitária que lhe permita reconhecer esse microrganismo específico e eliminá-lo.vacinas SUS

Actualmente existem vacinas combinadas, tais como trivalente ou hexavalente, que permitem a imunização simultânea contra várias doenças importantes. E tudo isto sem risco apreciável, uma vez que os efeitos secundários das vacinas são muito leves (ligeira vermelhidão e dor no local da injecção, febre ou dores musculares) e muito raramente graves.

As vacinas são administradas por via intramuscular e em alguns casos, por via oral como a vacina contra o Pólio ou Paralisia infantil. Várias doses repartidas no tempo são normalmente necessárias para garantir a completa imunidade. Daí a importância de atender sempre aos calendários de vacinação.

Algumas das vacinas disponibilizadas pelo SUS 2020

👶 Vacinas para Crianças pelo SUS – Calendário vacinal infantil

As crianças recebem em torno de 12 vacinas até os dez anos de idade, sendo que existem diferentes doses, sendo elas:

Ao nascer  (rescém-nascido)

As primeiras vacinas do bebe chegam na hora de seu nascimento. O bebê tem que tomar as vacinas de Hepatite B (primera dose) e BCG (dose única), contra a tuberculosa e outras doenças.

2 meses

Aos dois meses, a criança recebe a primeira dose da vacina Pentavalente (DTP + Hep  B+ Hib), contra cinco doenças, da Poliomielite (VIP), Rotavírus Humano (VORH) e Pneumocócica 10V, contra pneumonia e outras.

3 meses

Com três meses de idade o bebê recebe a primeira dose da vacina Meningocócica C conjugada, causadora da meningite.

Calendário de Vacinação da Criança de zero a 5 meses

4 meses

Segunda dose das vacinas Pentavalente (DTP + HB + Hib), da Poliomielite (VIP), do Rotavírus (VORH )e Pneumocócica 10V.

5 meses

Segunda dose da vacina Meningocócica c conjugada.

6 meses

Terceira dose da Pentavalente (DTP + HB + Hib), Poliomielite (VIP) e Pneumocócica .

9 meses

Vacina única contra a Febre Amarela.

12 meses

Primeira dose da Vacina Tríplice Viral (SRC), contra sarampo, caxumba e rubéola, reforço da Pneumocócica e da Meningocócica.

15 meses

Vacina de Hepatite A, Tetra Viral + Varicela, reforço oral Poliomielite e DTP, vacina contra tétano, coqueluche e difteria.

 4 anos

Segundo reforço das vacinas da DTP, da vacina oral Poliomielite (VOP) e segunda dose contra a Varicela Atenuada, contra varicela e catapora.

6 meses até 5 anos

Todo criança nessa faixa etaria deve tomar anualmente a vacina contra a gripe Influenza.

9 anos

Meninas de 9 anos até 14  anos tomam a vacina do HPV, sendo duas doses com intervalos de seis meses cada.

👧 Calendario de vacinas para Adolescentes pelo SUS

Já os adolescentes de  11 a 19 anos tomam a vacina do HPV, sendo duas doses com intervalos de seis meses cada e a dose única de reforço da Meningocócica C, entre os 11 e 14 anos.

Além disso, tem a vacina da Hepatite B, Febre Amarela, Dupla Adulto (a cada 10 anos), Tríplice Viral e Pneumocócica, entre os 10 e 19 anos.

👨 Vacinas para Adultos pelo SUS

Já as vacinas de adultos servem para aquelas pessoas de 20 a 59 que não receberam a primeira dose ou reforço sendo a de Hepatite B, Febre Amarela, Tríplice Viral, Dupla Adulto.

Calendário de Vacinação do Adulto SUS

🤰 Vacinação para gestantes pelo SUS

Calendário de Vacinação da Gestante

👴 Calendário de vacinação para Idosos pelo SUS

Para os idosos, acima de 60 anos, existem principalmente a campanha de vacinação contra a gripe (Influenza), mas também é necessária a dose da Dupla Adulto e de Hepatite B e Febre Amarela, caso a terceira dose não tenha sido feita.

Calendário de Vacinação do Idoso

Você também pode saber mais acessando a cartilha de vacinação do Governo Federal, através do link.

Que vacinas o SUS não oferece gratuitamente

  • Herpes zóster.
  • Pneumocócicas (VPC13) e (VPP23) R e
  • Meningocócicas conjugadas ACWY/C.
  • Meningocócica B.
O Ministério da Saúde passará a oferecer na rede pública uma nova vacina contra a meningite. O SUS irá disponibilizar o imunizante conjugado que protege contra quatro sorotipos de meningite bacteriana (a mais grave): A, C, W e Y.

Que documentos levar para se vacinar?

É ideal que a pessoa leve um documento pessoal, o cartão do SUS e em caso de menores de 15 anos de idade, a carteira de vacinação.

Agora que você já sabe tudo sobre as vacinas pelo SUS, mantenha a sua carteirinha de vacinação sempre atualizada e, na dúvida, vá até uma unidade de saúde mais próxima ou deixe a sua mensagem.

Compartilhe nas redes sociais!

Voltar ao topo