Skip to content

Como conseguir Cirurgia Bariátrica pelo SUS: É possível?

Esta querendo saber com funciona a Cirurgia bariátrica pelo SUS 2019 e que pessoas conseguem realiza-la gratuitamente? Fique com a gente e confira tudo o que precisa saber sobre a cirurgia que revolucionou a forma como a obesidade é tratada na atualidade.

Como fazer a cirurgia bariatrica pelo SUS
Cirurgia Bariátrica pelo SUS

Como você já sabe o SUS (Sistema Único de Saúde) é um sistema nacional e gratuito de assistência a saúde que vem ajudando cada vez mais pessoas, com seus procedimentos como podem ser procedimentos ambulatoriais a atendimentos de alta complexidade, como tratamentos para o câncer ou transplantes de órgãos.

O sistema de sáude beneficia a mais de 180 milhões de brasileiros e realiza por ano cerca de 2,8 bilhões de atendimentos.

Um dos principais procedimentos médicos oferecidos pelo SUS são as cirurgias.

Mas você sabe quais são as cirurgias cobertas pelo SUS? Sabe o que é, para que serve e como conseguir a cirurgia bariátrica pelo SUS?

✓ Confira nosso guia para saber que pessoas tem direito a fazer a Cirurgia Bariátrica pelo SUS gratuitamente e tire suas principais dúvidas:


Neste artigo vamos falar a respeito desse tipo de cirurgia, que vem sido cada vez mais procurada entre os cidadãos brasileiros.

O que é Cirurgia Bariátrica?

A Cirurgia Bariátrica também conhecida como cirurgia da obesidade ou cirurgia de redução do estômago,  é exatamente isso uma cirurgia de redução de estômago para pessoas que correm um certo risco de saúde, ela é uma das possíveis cirurgias que podem ser feitas de forma gratuita pelo SUS – Sistema Único de Saúde para pessoas com um grau de obesidade crítico.

A cirurgia  costuma ser solicitada como último recurso por quem teve um diagnóstico de obesidade mórbida e já esgotou outros meios de emagrecimento.

A cirurgia serve para que a pessoa obesa, através da redução de estômago consiga melhorar sua qualidade de vida e evitar ainda mais problemas mais graves de saúde.

É válido lembrar que é preciso ter mais de 16 anos para fazer essa cirurgia, e claro uma avaliação médica de um Endocrinologista, médico especializado nessa parte de redução de estômago.

Quando é indicada a fazer?

Essa cirurgia é indicada depois de uma exaustiva avaliação médica e um acompanhamento clínico do paciente. É muito provável que o médico tente outras formas de emagrecimento antes de aconselhar essa cirurgia.

Como já comentamos anteriormente a cirurgia é indicada a ser feita caso o paciente já tenha tentado todas as formas possiveis de emagrecimento e não tenha tido sucesso em nenhuma delas, sendo essa então uma das últimas opções para a perda de peso.

Uma vez que o Endocrinologista considere que a única opção para a perda de peso é pela cirurgia bariátrica, o mesmo começará o processo para a  autorização da cirurgia pelo SUS, depois disso o paciente entrará na fila de espera para conseguir uma vaga para realizar a cirurgia. Não existe um tempo certo de espera para a vaga, o tempo vai depender das solicitações de cirurgias nesse momento e pode demorar desde  vários meses ou até anos.

A cirurgia está disponível em todos os estados?

Na atualidade participam 75 hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS) para o atendimento das pessoas com obesidade morbida no Brasil. Dos quais se encontram em 21 estados: Acre, Alagoas, Bahia, Brasilia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Quem pode fazer Cirurgia Bariátrica pelo SUS?

Para que um paciente tenha direito a fazer a cirurgia bariátrica pelo SUS  é necessário ter o cartão do SUS.

Unicamente pessoas com mais de 16 anos e menos de 65 diagnosticadas com obesidade mórbida , ou seja, ter atingido um grau de obesidade crítico pode estar fazendo essa cirurgia de forma gratuita pelo SUS.

Conforme a recomendação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica, a classificação de obesidade mórbida é feita pelo IMC – Índice de Massa Corporal. Para ser considerada com obesidade mórbida, a pessoa deve ter um IMC igual ou maior que 40 Kg/m².

Pessoas com IMC igual ou maior que 35 Kg/m² também têm a possibilidade de fazer a cirurgia bariátrica pelo SUS gratuitamente, mas é preciso comprovar que há problemas de saúde que são consequências da obesidade como diabetes, hipertensão, colesterol alto, problemas do coração, entre outros.

Além disso:

  • Não ter contra-indicação cirúrgica.
  • Ter falhado em outras formas de perda de peso.
  • Avaliação clínica completa e exames pré-operatórios corretos.

Se você ainda não faz parte do Sistema Único de Saúde, veja o que precisa para fazer o Cartão SUS.

Como Funciona?

Essa cirurgia só é feita pelo SUS gratuitamente em casos graves, onde a pessoa já procurou diversos outros meios para emagrecer e não conseguiu e seu médico aconselhou o procedimento. Por isso, ela é feita por questões de saúde e não estéticos.

Passo a passo – inscrição

Para fazer a inscrição da Cirurgia Bariátrica pelo SUS, a pessoa deve seguir o seguinte passo a passo:

1º Passo: Primeiro, é preciso que o paciente seja diagnosticado com obesidade mórbida. Para que esse diagnóstico seja confirmado, o paciente deve ir até algum médico a fim de avaliar a situação.

2º Passo: O mesmo médico já pode fazer uma declaração ou requerimento informando que o paciente necessita da cirurgia bariátrica gratuita.

3º Passo: Com o diagnóstico médico e o requerimento, o paciente faça sua inscrição para a cirurgia em uma unidade de saúde.

4º Passo: O paciente entrará na fila de espera e deverá aguardar a sua vez. A fila pode demorar meses ou anos, por isso, o paciente deve ter paciente.

Uma pesquisa foi feita em todo o Brasil e os resultados mostraram que mais de 900 mil brasileiros aguardam por uma cirurgia feita pelo SUS.

5º Passo: Quando for chamado, o paciente será encaminhado para uma clínica de cirurgia bariátrica do SUS para outros procedimentos clínicos e psicoterápicos, afim de conceder a liberação da cirurgia.

Se a pessoa estiver com mais dúvidas sobre esse processo, pode entrar em contato com a Secretaria de Saúde do Estado para ter mais informações.

Como é feita a Cirurgia Bariátrica pelo SUS?

Antes da cirurgia o Endocrinologista vai pedir varios exames e constatar que não existe nenhuma contra-indicação cirúrgica. Após todos os procedimentos, a pessoa estará apta a fazer a cirurgia. Mesmo assim, é preciso que a pessoa tome todos os cuidados possíveis e siga todas as instruções sobre o que deve fazer antes do momento da cirurgia.

A perda de peso acontece porque a cirurgia reduz o estômago o paciente, e assim ele irá comer menos, conseguindo emagrecer.

Por isso, existem os 4 tipos de cirurgia bariátrica, tendo aquelas que prendem uma parte do estômago com um anel gástrico e outras que retiram uma parte dele.

Tipos de Cirurgia Bariátrica

Existem alguns tipos de cirurgia bariátrica, entre elas podemos citar:

  • Banda Gástrica ajustável.
  • Gastroplastia em Y de Roux, também conhecida como Bypass Gástrico.
  • Gastrectomia vertical.
  • Derivação biliopancreática.

O tipo que a pessoa precisa fazer pode depender da vários fatores, como por exemplo, o peso, idade, necessidade e riscos.

Vale ressaltar que o SUS também oferece a cirurgia plástica para redução do excesso de pele que fica após essa cirurgia ou um outro tipo de emagrecimento intenso.

O Plano de Saúde cobre a cirurgia?

Sim, qualquer plano de saúde no Brasil cobre todo o procedimento da cirurgia bariátrica, porque  a obesidade morbida é uma doença que prejudica gravemente a saúde de uma pessoa.

Quais são as cirurgias cobertas pelo SUS gratuitamente?

Confira agora algumas das cirurgias cobertas pelo SUS:

  • Cirurgia de redução de estômago (Gastroplastia ou bariátrica)
  • Cirurgia de laqueadura
  • Vasectomia
  • Cirurgia de catarata
  • Cirurgia de hiperidrose
  • Cirurgia plástica reparadora
  • Reconstrução das mamas depois de remoção do seio por câncer
  • Crianças com lábio leporino
  • Ginecomastia
  • Fendaplaslatina
  • Correção de orelha de abano (Otoplastia)
  • Queimaduras que levaram a deformações
  • Cirurgia Plástica Abdominoplastia para remoção de pele após cirurgia bariátrica
  • Deficiência ou deformidades no rosto

Mas é válido lembrar que as cirurgias que são cobertas pelo SUS são aquelas que não têm somente um fim estético e sim que evitam problemas de saúde futuros e promovam uma melhora da qualidade de vida da pessoa.

Esperamos que esse artigo tenha esclarecido suas dúvidas a respeito de como conseguir cirurgia bariátrica pelo SUS. Caso você tenha mais dúvidas, pode ir até a Secretaria de Saúde do seu município e solicitar mais informações!

👇 Avalie:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...